19 de novembro de 2009

POEMAS DE BRUNO

Tento aceitar os fatos
Data Postagem 18/11/2009, Autoria: Ana gabriella

Nas veses em que eu penso em você a solidão rir de mim fala que eu sou boba em ter deixado o grande amor da minha vida ter passado como os vents passam entre nóis ! E eu apenas digo não solidão não fui que perdi o grande amor da minha vida foi ele que me perdeu , As dúvidas passam em minha cabeça se ele ja chorou alguma vez se ele está sofrendo ou até se ele me amou e daí que eu paro pra pensar e vem as lágrimas me atormentar não param de descer e meu rosto cobrir e minha boca marca ; tento evitálas mas não dar ! ;
Até hjê eu tento querer e tento tentar ! .
E é por isso que eu tento aceita os fatos que a vida jogou em minhas mãos .

( 0 )



Poeta vive isolado
nas palavras enrolado,
vive no seu canto, calado.
Canta o fado...


vive todos dias apaixonado!
Pelo papel e tinta enamorado,
ele sorri,
e exalta o verso brilhante e emocionado.


Poeta vive isolado
no coração das letras, aprisionado
vive no seu canto, maravilhado.
Poeta
canta o destino e o fado...
Vive todos os dias em busca do inesperado!





Nem pense em desistir

Data Postagem 18/11/2009, Autoria: Mr Bruno Matheus

Então segure suas lágrimas, e tente não chorar, olhe para frente e comesse a matar!
Ninguém nunca te olhou, ninguém nunca se importou então não chore por ninguém, ignore o amor


Corra pelas ruas comesse a gritar, fale mal da sua vida, e vê se para de chorar
Eu já falei e vou repetir, ignore o que falarem comece a agir
Não me diga que acabou! Nem pense em se entregar!
Você não pode desistir você não pode se acabar


Essa não é a solução, enfrente os seus medos, ressuscite o coração
Se o mundo não te quer mande-o se fôder olhe para frente e pare de sofrer
E agora que eu falei você vai me ouvir, desamarre essa corda e volte a dormir

VERSO DE AMOR

Esses versinhos foram pessoas que mandaram ou que eu copiei de cadernos de versinhos das minhas amigas! Mande um para a pessoa que você gosta!

"De que servem a beleza dos olhos
se eles se fecham quando os lábios se tocam"





"Quando te conheci, senti
apenas amizade, mas nunca
pensei que fosse te amar de verdade!"

"Sei que não me quer
Sei que somos apenas amigos
Mas eu te amo muito e não tenho culpa disso!"




"Se amar fosse pecado
o céu estaria vazio e o inferno lotado!"

"Queria ser uma lágrima
para em teus olhos nascer
na sua face correr
e nos seus lábios, morrer"

"Na vida tudo passa a esquecer,
tudo deixo de lado menos você!"

"Fiquei treiste da vida,
não podia imaginar,
que um dia saberia
que você não soube me amar"







"Fiquei treiste da vida,
não podia imaginar,
que um dia saberia
que você não soube me amar"

"Amar é...

... ter mar e querer apenas uma gota

... ter o céu e querer apenas uma estrela

... ter o mundo e querer apenas você!!"

"Na vida tudo passa a esquecer,
tudo deixo de lado menos você!"




" Você é o sol e eu sou a lua no eclipse do amor minha boca beija a tua!"

"Jurei te amar, não estou arrependida,
Eu só deixarei de te amar quando
Deus me tirar a vida!"

"No céu escolhi uma estrela
na terra escolhi uma flor
no mundo escolhi você
para ser o meu grande amor!"









"Se eu fosse um anjo
viveria para te guardar
mas como eu sou humano vivo para te amar!"

" Aonde você for eu vou estar contigo sou seu anjo da guarda e você pode contar comigo!!"

"Alegria é olhar pro teu sorriso
E ter você ao meu lado
Alegria é estar junto a você
E poder ser seu namorado!"




"Quando acordo penso em você
Quando durmo sonho com você
Acho que vou enlouquecer!"

Poemas de amizade para os melhores amigos


APENAS UM ABRAÇO!!!
Hoje estou carente...
Desejando tão somente...
Um abraço...
Pode ser bem calminho...
Bem devagarzinho...
Mas que tenha muito carinho...





Vai não custa nada...
Só desejo que seja verdadeiro...
Que tenha amor e amizade:
Que tenha sinceridade...
Apenas um abraço...
Estou carente...
Estou sozinha...
Precisando de seu carinho...
Meu dia amanheceu...
Frio e nublado...
Abrace-me por favor...
Quero sentir o teu calor...




Jeito Amigo


No teu jeito sinsero
Não há dolo ou vileza.
Tenho assim a certeza
Que a razão dos teus versos
Não é dúbia ou forçada:
És meu bom camarada.
O teu jeito constante
Me sustenta na lida,
Pois na luta renhida
Teu apoio é incessante:
Minhas mágoas carregas,
Pois és meu bom colega.
O teu jeito espontâneo
Traz a luz da alegria :
Tua presença irradia
Um sorriso instantâneo;
E, por ser verdadeiro,
És meu bom companheiro.
Teu jeito apaixonado
Me faz crer na amizade:
'Té na eternidade
Quero ver-te ao meu lado,
Caminhando comigo,
Pois és meu bom amigo.




O valor da amizade


Ter um amigo é muito mais do que ter alguém para conversar, a amizade se constrói com carinho, compreensão, confiança entre muitos outros fatores. É difícil encontrar uma pessoa que está por perto em todas as horas sejam elas ruins ou boas.
A amizade pode valer tudo, um simples abraço na hora certa pode ser mais do que se espera. Há quem diga que as coisas simples são as que mais tem valor e isso quando o assunto é amizade pode ser bem usado.
Pare e reflita, veja quem são seus amigos de verdade, mas não confunda colegas com amigos. A amizade é algo que levamos para o resto da vida. E para você qual o valor da amizade verdadeira?
informações me procure



Ter um amigo é muito mais do que ter alguém para conversar, a amizade se constrói com carinho, compreensão, confiança entre muitos outros fatores. É difícil encontrar uma pessoa que está por perto em todas as horas sejam elas ruins ou boas.
A amizade pode valer tudo, um simples abraço na hora certa pode ser mais do que se espera. Há quem diga que as coisas simples são as que mais tem valor e isso quando o assunto é amizade pode ser bem usado.
Pare e reflita, veja quem são seus amigos de verdade, mas não confunda colegas com amigos. A amizade é algo que levamos para o resto da vida. E para você qual o valor da amizade verdadeira?
informações me procure




Nada melhor que a amizade. Segundo sociólogos, é impossível que um ser humano viva sozinho, sem nenhuma companhia. Os amigos são como irmãos mais velhos que nós escolhemos, e que não estão apenas nas baladas, nos momentos de alegria, e sim nos de tristeza, nos de nos mostrar a verdade, por mais que a gente não queira ver ou que nos doa profundamente.
Por serem sempre as pessoas que aparecem ao nosso lado, eles merecem bem mais que apenas uma cartinha ou uma declaração. Nosso amor, carinho e gratidão devem ser eternos. E para tanto fazer parte da nossa vida. Dizer como ele te faz bem e o quanto você é feliz por ter ele como seu amigo são coisas bastante valiosas.
Veja alguns poemas de melhores amigos
cada amigo que conquistamos,
é uma flor no jardim da nossa vida,
porque amizade se conquista
aos poucos ao dia a dia.
Essa flor é pra lembrar a você que estou
presente sempre…
Mesmo distante.
E mostrar pra você,
que sua amizade é importante pra mim!!!
Uma flor para
…………. / .\. \…..Alegrar o seu dia,
……….. / . . \ ..\ ..Para perfumar
……… / . . . `\ ..\ A tua alma
…….. |. . . . . |. ..|Encher o
……… \ . . . ./ . ./.Teu coração
……….. `=(\ /.=´.De Amor…
…………. `-;`.-’ …Para te alegrar…
……………. || _.-’| .Uma flor para
…………. ,_|| \_,/ ..Te mostrar o mundo
…….. , …. \|| .’ ….Pleno de Amor,
…… |\ |\ ,. ||/ ……Felicidade,
….,.\` | /|.,|Y\, ….Amizade,
…..’-…’-._..\||/ ….Carinho
……… >_.-`Y| …..E Paz!
………….. ,_|| ……Uma flor para
……………. \||…….Te desejar
…………….. || ……Tudo de bom
A força da nossa amizade vence todas as diferenças…
Aliás… para que diferenças se somos amigos?
Quando erramos… nos perdoamos e esquecemos
Se temos defeitos… não nos importamos…
Trocamos segredos…
e respeitamos as divergências…
Nas horas incertas, sempre chegamos no momento certo…
Nos amparamos…nos defendemos…
sem pedir…
fazemos porque nos sentimos felizes em fazer…
Nos reverenciamos… adoramos… idolatramos… apreciamos… admiramos.
Nos mostramos amigos de verdade,
quando dizemos o que temos a dizer…
Nos aceitamos , sem querer mudanças…
Estamos sempre presente,
não só nos momentos de alegria,
compartilhando prazeres,
mas principalmente nos momentos mais difíceis

O POETA DES CONHESIDO BRUNO MATHEUS



Na ilha da solidão

por: bruno M. Lima

Me perdi no mar azul
Da minha solidão
A saudade agora é,
A pior sensação...

Quanto mais vou esconder,
Estou amando você!
Ja não tem como fugir,
Meu destino é sofrer...

Me perdi,
Nesse amor tão confuso,
Onde a dor da saudade,
É mais um intruso.





Nas petálas de uma flor

por: Bruno Matheus de Lima

Nas petálas de uma flor de um amor eu lembrei,
Lembrei de um belo dia que por você me encantei,
È a moça mais linda é o amor que esperei,
E porisso a você digo,
ti amo ti amo e jamais te,
ESQUECEREI....bY naninhu...




Paralelo- resgate

Quarta, 18/11/2009 - 21:21
''das fantasias da vida você veste a alegria, pendura a dor no cabide até o fim de mais um carnaval''
----------------------------

trecho da musica 'paralelo' da banda Resgate


por voce

Quarta, 18/11/2009 - 20:16 —

Primeiro olhar

Autora: julha meu amor minha esposa


Ti conhecer é o argumento pelo qual mais aprecio
Encontrei em ti a liberdade, a razão pelo qual sonhar
És feito uma luz que guia e ilumina os meus passos.
Desde o primeiro olhar sentir que algo muito forte
Entrou dentro de mim, gostei do teu jeito de ser,
Olhar e de toda tua beleza que me encanta a cada instante.
Com você encontrei novamente a paz,
A alegria e os prazeres da vida.
Foste à esperança intensa, e não deixaste meus sonhos acabarem,
Essa mágica que é o amor é a mais forte de todas as magias.
És a pessoa que mais admiro.
Mim sinto feliz por ter sido conquistada
Por um alguém tão especial como você.
Sois simples e ao mesmo tempo tão atraente.
Me sentir atraída de tal forma que por ti mim apaixonei
Amo-o como jamais amei alguém
Quero-te mais do que tudo na vida
Através de ti, minha vida transformou-se em um paraíso
Um paraíso que nunca cansarei de admirar
Admiro esse romance se possível eternamente
Com toda a certeza que jamais deixarei de ti amar.



o cãobonitnho aki

Quarta, 18/11/2009 - 19:19 Bruno Matheus

O CAO BONITINHO
(Luiz Islo Nantes Teixeira)
O seu cao bem bonitinho
Vale mais do que a mulher em sua casa
Ele e tao comportadinho
E so caga na rua ou na praca
E ele tambem nunca late
Quando voce assiste a televisao
E se voce chega um pouco tarde
Ele ainda vem lamber a sua mao
Por isto voce o adora
E o dedica toda sua atencao
Enquanto sua mulher chora
Lavando as loucas na solidao
Voce pouco se importa
Voce tem novo amor no seu coracao
E se sua mulher sair pela porta
Com certeza voce pode casar com seu cao
Voce conversa tanto com seu amigo
Embora ele nao possa falar sim ou nao
E pergunto quem destruira o abrigo?
Que ele encontrou no seu coracao?
Heroina e a sua mulher fiel
Que luta pra guardar a frustracao
E a raiva cruel
Que ela sente de seu cao.
© 2009


sonho de amor
Quarta, 18/11/2009 - 16:37 —

Se tudo que disses fosse verdade
imaginaria uma linda imagem,
Imagem de como seria minha vida com voçe
Trousse-me,a alegria de viver.
Viver sem voçe não tem porque!
Voçe é meu querer!
meu viver!
meu amanhecer!
Sei que ainda me ama,
Porém sou humana!
Me diz porque!!!
Porque tenho que viver sem vç
Só por voçe tenho imenso prazer.
Nas noites escuras sonho com sua voz me chamanu,
me pedindo baixinho,
"quero fazer amorzinho."
Fico sem querer,
sem ao menos entender,
Tento imaginar,e chego a pensar
Eu quero me entregar
Mas voçe so quer brincar
enfim me maltratar
Isso não quero nem pensar
Por isso devo acordar,desse sonho que jamais acontecerá.


Tristesa
Quarta, 18/11/2009 - 15:52 Bruno matheus

TENTAR DISFARÇAR UMA GRAMA DE TRISTEZA COM UM QUILO DE FELICIDADE É O MESMO QUE CARREGAR UMA TONELAD
amor
Quarta, 18/11/2009 - 15:47 —Bruno matheus


VOCE AINDA É CONCORRENCIA PARA MEU CEREBRO, POIS VIVE NA MINHA CABEÇA TANTO QUANTO ELE


PROLBREMAS
Quarta, 18/11/2009 - 15:44 — Bruno matheus
NÃO IMPORTA O TAMANHO DO SEU PROBLEMA, ELE CAIRÁ COM SEU TAMANHO





mil palavras...e silencio

Quinta, 19/11/2009 - 03:28 —

As vezes as palavras são desnecessárias.
Somente basta olhar, tocar, deixar sentir,
o calor gostoso, a brisa fresca, a paisagem...
Como a brisa ela foi caricia suave
e eu beijo o calor de uma tarde morna,
seus encantos de mulher desejada:
Profundo e fascinante mar, a guardar segredos
quando em seu amor a encontar tesouros submersos,
até o sol recostar-se, adormecido, no dorso de suas águas
como um amante exalrido em prazeres.
Sei; as vezes as palavras são desnecessárias:
é quando a olho nos olhos, é quando seus olhos me acham
e a amo, e me perco
e o mundo aquieta-se em suspenso
como aves a planar no horizonte
girando, brincando entre o poente e o mar
mergulhados em imensidão, reflexos e espuma,
bailando uma antiga canção, perdida,
sonha-se talvez, um devaneio, um ruído do vento
E mais ainda sei que a amo
e sabes que a amo, mesmo sem palavras,
por tantas mil palavras... e silêncio.




Tudo isso

Quinta, 19/11/2009 - 02:32 —

tudo isso aqui nem sei o que dizer
pormas, frases, relentos de um amor
caindo em desilusão profunda
pois não se convém lutar


muitos expressam a divindade esulta
outros o prazer de um simples amar
mais é poesia, a mais pura magia
que nos da o prazer de escrever


de expressar o amor que dentro está
nos levendo ao extremo do saber
pois só quem é poeta sabe falar
o que vive em sentimentos ruinos


tragado por sentimentos triunos
por estar em desavença de um mundo
aonde se tem tanta gente
aonde o que mais se é falado é poesia


aonde caminhando expressam a razão vadia
são escritores bem sucedidos amados não iludidos
luocos por um sentimento sublime
expresando a felicidade do saber

em tudo isso

é mesmo tudo isso

poemas de amor


a verdade expressada com clareza
pois é a mais pura beleza
de um relento de mais puro amor. Anderson Poeta





áá

A Teus Pés

Quinta, 19/11/2009 - 01:16 —

Eis que de joelhos me encontro
Perante a teus pés.
Em ato de reverência
Trago nas mãos um cálice

Que transborda de amor por ti.
E agora a teus pés
Sinto longevidade e paz.
O amor antigo foge do teu coração a mim,

Parece que respiro fé.
Teu vestido comprido exala perfume
Como um incenso a queimar
De um Turíbulo sagrado

Da Linda Etiópia.
Não tenho riquezas,
Apenas minha humilhação
E o amor de um ser frágil

corrompido pela desilusão.
Autor: Chácara Sales




Des(conserto)

Quarta, 18/11/2009 - 23:42 —

DES(CONCERTO)
Bruno matheus
27/10/2009

Por quem latem tantos cães
Muitos, todos de uma só vez
Repetem-se num mesmo tom
Cada um chorando sua viuvez?


Por que insones as pessoas tristes
Se perdem em si, na contra mão
Dão mil voltas cegas pela cama
Nunca se encontram na sua solidão?


E esses sons da noite aos poucos mudam
Um grito ao longe rompe a escuridão


Confunde-se no tom desse concerto bronco
Como os cães que aos poucos menos uivam


Outros sons insistem refazer esse refrão
Sem tom, sem harmonia, apenas ronco...


Sem rimas nem modos

Quarta, 18/11/2009 - 23:37

Se dependesse de mim raptar-te-ia
Ainda hoje
Cativeiro no ermo
Castelo de fada


Torre de Rapunzel
Se por minha vontade se movesse o mundo
Só eu te acharia
Cedo ou tarde


Todas as horas
No mesmo lugar
Em mim
Morada e abrigo


Mas não depende de mim
De ti depende
Dependo
Até quase rimo

Pra chamar teus olhos
Pra olhar pra mim
Repetitivo e chato
Ensaiando versos

Que a ti nada dizem
E se dizem
Bem disfarças
Pra me ter sofrendo

Arriscando o mesmo verso
Sem pontos
Nem vírgulas
Sem exclamações

Nem reticências
Sem rima
Nem modos

18 de novembro de 2009

DESCONHESIDO POETA BRUNO



Angustia

Quarta, 18/11/2009 - 15:42

Cercada pela angustia
ela está
triste desamparada
sem ao menos saber onde está


É triste o vazio
de um coração
sofre sozinho
sem qualquer explicação


Tenta se conter
mas só faz a chorar
Chora sem motivo
por tanto se calar


Vive angustiada
não sabe como fugir
triste isolada
não tem com quem se abrir


Se pudesse falar
não mais se calar
Poderia então
a felicidade encontrar...


POEMA AS BRUXAS
"Este poema escrevi pra uma amiga que estava passando por uma situação assim"
íí corpo violado a luxuria


Quarta, 18/11/2009 - 12:38
#
#
#
#




NÃO!


Não foi amor o que aconteceu naquela noite! Não foi sexo!
Foi crime! Foi uma seção de torturas!
Sim, torturastes meu corpo


Torturastes minha mente
Torturastes minh´alma
Violastes minha vida
Violastes meu espírito


Violastes minha carne
Sim, "conjunção carnal sem consentimento"
Sim, "vilipêndio a cadáver",
Foi isso, isso o que aconteceu...


pois eu estava morta!
Meu corpo frio, tomastes à força para satisfazer vossa lascívia,
Sim, forçosa e violentamente...assim me tomastes...
Mas, eu estava morta!


Por sorte eu estava morta!
Era apenas corpo, apenas carne...carne que comestes fria!
carne dura! carne e ossos! sequer o sangue corria em minhas veias!
um corpo vazio!


Enquanto matavas teus desejos, tuas vontades violando meu corpo morto, meu corpo vazio...
...babando, se acabando,grunindo...eu estava morta...por sorte eu estava morta!
Minha alma estava em outra dimensão...em outro plano...bem longe dalí...


Enquanto marcavas tuas mãos na minha pele,
Enquanto cravavas teus dentes na minha carne,
Minh´alma estava ausente...meu espírito transcedente...
Pode-se dizer que estavam em "hemisfério oposto", estavam vagando


Por fim! terminara!
Minh´alma ao corpo retornara,
à carne...

Choro lágrimas de sangue,

Choro lágrimas de tristeza,

Choro lágrimas de dor!


Meu corpo marcado pela violência,

Meu corpo destruído,

Meu corpo abandonado,

MEU CORPO VIOLADO!

by julha vasconselo +_ setembro 2009



A viola


Quarta, 18/11/2009 - 04:01

A viola chora,
Perdeu sua essência
Trocaram a viola
Pela violência...


A viola sofre
O mundo mudado
E o som da viola
Ter-se violado...

A viola resiste
No amor se sustenta
Se nega a viola
A ser violenta...


A viola vibra
Quando um guerreiro
Assume a viola
Quer ser violeiro...

A viola aceita
A doce fusão
O som da viola
Com o violão...


E fica a viola
Chorando o destino
O seu (da viola)
E do violino...


A viola chora
Perdeu sua essêcia
O som sem viola
Já é violência...


No mundo moderno
De sons de teclado
O som da viola
Foi violentado...


E grita a viola
Com indignação
"Imitar a viola
É violação"!!!

Sussurra a viola:
"Foi o computador"
Aponta a viola
Seu violentador.

violento!

Dica de poema de paixão




Soneto de Fidelidade

De tudo ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento

E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.





Eu não existo sem você

Eu sei e você sabe, já que a vida quis assim
Que nada nesse mundo levará você de mim
Eu sei e você sabe que a distância não existe
Que todo grande amor


Só é bem grande se for triste
Por isso, meu amor
Não tenha medo de sofrer
Que todos os caminhos
Me encaminham pra você

Assim como o oceano
Só é belo com luar
Assim como a canção
Só tem razão se se cantar


Assim como uma nuvem
Só acontece se chover
Assim como o poeta
Só é grande se sofrer

Assim como viver
Sem ter amor não é viver
Não há você sem mim
Eu não existo sem você






“A coisa mais corajosa que você pode fazer quando você não é corajoso, é professar coragem e agir de acordo.”


“Muito do que lhe foi ensinado já foi, um dia, a visão radical de indivíduos que tiveram a coragem de acreditar que o que sua mente e coração diziam era verdadeiro, ao invés de aceitar as crenças comuns de sua época.”


“Ter coragem não é algo que requeira qualificações excepcionais, fórmulas mágicas ou combinações especiais de hora, lugar e circunstância. É uma oportunidade que, mais cedo ou mais tarde, é apresentada para cada um de nós.”



Dicas, Relacionamentos 18/11/09 bruno M. Lima

Dica de poema de paixão
Existem na internet muitos poemas sobre paixão, poemas lindíssimos que chegam a mexer com os nossos sentimentos de uma maneira inacreditável. Mas mesmo assim, parece que na hora que desejamos enviar um poema de paixão a pessoa amada, não encontramos um bom poema para enviar, um poema que realmente nos agrade.

Mas abaixo você encontra uma dica de poema, do autor “Aloysio Cezar”, de um poema chamado “Paixão” que é muito enviado por pessoas apaixonadas, pois ele mostra realmente o que a paixão significa, e diz para a pessoa de uma forma simples, porém bem cativante o que a pessoa sente. Veja abaixo este poema, e se desejar envie-o para a pessoa que ultimamente tem tirado sua atenção, e te feito mais feliz conforme os dias passam.

Paixão

Muitas vezes eu paro e penso…
O que eu sinto por você
Desejo
Atração


Fascinação
Paixão
Não sei…
Desejo


Sim, quero você.
Atração
Sim, você é diferente de tudo o que conheci.

Fascinação


Com certeza, pois quando estou com você,
o resto não tem a mínima importância.
Paixão. O que é paixão
Querer alguém do nosso lado


Querer ver, estar, sentir esse alguém
Querer sentir o sabor da sua boca
A magia do toque de suas mãos
O brilho do seu olhar


Querer no meu corpo teus limites e sentir você…
Se isso tem alguma coisa a ver com paixão,
acho que posso dizer…
Estou Apaixonada por Você !!!

@ gr@siosid@de D@s Poesi@s

dedico esa poesia atodos q são amantes da poesia a vc q é apaixonado por essa coisa magica xamada poesia a VC...

VEM CUIDAR DE MIM!!!
Estou presa...
Quero ir...
Mas não sei sair..
Quero gritar...


Mas não tenho voz...
Vem cuidar de mim...
Quero pedir...
Mas não sei dizer...


Quero amar mas não tenho você...
Vem cuidar de mim...

Com denguinho...

Com carinho...

Com amor...

Com liberdade...


Vem cuidar de mim..
Liberte-me desta prisão...
De-me a mão...


Venha ser o meu amor...
Venha ser meu anjo guardião...
Vem cuidar de mim...



EM SEUS VERSOS EU ME ENCONTRO!!!


De tempos em tempos eu passo...
Leio-te me apaixono...
Perco-me nas horas do tempo...
Mas em seus versos eu me encontro...


Meu poeta é destro...
E em seus versos me deixa viajar...
E te lendo vou me reconhecendo...
E sozinha sorrio lendo seus versos...


Há poeta que em seus versos me despe...
E aos poucos te busco nos versos incertos...
Alguma resposta pra me recompor...
Com a agulha do vento


Remendo amores esfarrapados...
Desejos infundidos...
E uma saudade que desfia lentamente...
Mas em teus versos eu me encontro...


Madrugada vazia...
Vencida pelo tempo rasgo...
Os mapas de meu destino...
E te desafio...


Será que agora perdida estarei...
Ou ainda há tempo para um único beijo proibido...
Pois em teus versos eu ainda me encontro...



SOLIDÃO DA LUA!!!


Hoje na solidão da lua...
Eu ando toda nua...
Neste corredor...
Na solidão da lua...


Num lençol de seda...
Venha me amar...
Nesta lua cheia...
Seu clarão tão belo...


E eu aqui sozinha...
Neste corredor...

Na solidão da lua...
Meu pensamento voa...

Tento te buscar...
Na solidão da lua...
Eu ando toda nua...
Tentando te amar...

Na solidão da lua...
Somos eu e ela ...
Neste corredor...




**UM MUNDO DIFERENTE** homenagem!

**UM MUNDO DIFERENTE**
Julha Vascomselo

Hoje no despertar...
Acordei em outro mundo...
Que um dia já foi meu...
Por herança e que perdi...


Há anos atrás...
Sonolenta deixei-me levar...
Pela emoção e dispersa...
Com a beleza do lugar...


Desviei minha atenção...
E parei para apreciar uma...
Rosa amarela onde nela vi minha vida...
Uma rosa branca onde encontrei minha amiga...


Charlyane Mirielle terna e serena como sempre...
Logo a frente uma rosa vermelha...
Há esta tinha cheirinho de fada do riso...
Sim era você Claudinha...


Seguindo meu caminhar...
E no amor pensando...


Encontrei a Rosa cor de rosa...
Amiga querida e fada de Portugal...
Com todas elas eu aprendi...
O sabor e a cumplicidade...


De nossa eterna amizade...
Minhas Rosas...
MINHAS PC, S...
Minhas Fadinhas...


Eu amo cada uma a sua maneira!
O céu é nosso limite...
A terra nossa estrada...
O mar é livre para as tempestades...


E nossa amizade...
É O AMOR EM PLENITUDE...
E a mágica de nosso caminhar...
Mas eu seguia ao longe ouvia risos...


Crianças inocentes...
RINDO E CANTANDO A MAIS SUBLIME CANÇÃO...
Onde falava de amor...
De paz e alegria de nossos corações...


Feliz eu voltei para meu mundo...
Onde cada dia eu agradeço...
Por cada amigo... Cada amiga existir...
E fazer parte de meu caminhar...

**** @@@@@@@@****
Amigas amadas de meu coração...
Esta foi uma humilde forma de homenagear...
Cada uma a nossa maneira! Risss
Amo cada uma sempre!

UM MAGICO DIA A QUEM AQUI PASSAR!
ESTÁ NO RECANTO TBM!
http://recantodasletras.uol.com.br/homenagens/822220

Em Destaque




• SARNA & SARNA
Quarta, 19 de Agosto de 2009


Com o domínio total das letras, a sensibilidade tão à flor da pele, e a facilidade de brincar com as palavras, bruno brinda com esta construção poética brilhante. "SARNA & SARNA" é obra rica em subterfúgios marcantes, inteligente e atual, que munida de compactas verdades, fotografa a realidade. Recomendo a leitura...


...mentiras de ofício, e de grande aparato,
que transformam política em campo minado;
tornam nossa esperança um produto barato..


Leia a poesia "SARNA & SARNA"


Destacada por Bruno Matheus de Lima




• Rebelião dos Sentimentos
Domingo, 17 de Maio de 2009


Não há como escolher um trecho especialmente bonito no poema de Julha vasconselo: a poesia no seu todo é riquíssima em reflexão. O que costumamos ter quando conflitos nos invadem? Ela retrata uma rebelião de sentimentos que todos nós temos. Vale a pena ler esta e outras obras da autora...


A dor aguda pode anestesiar.
O marasmo pode tornar-se costume.
A indiferença pode justificar a covardia
E muito querendo, pode-se ter nada.


Leia a poesia "Rebelião dos Sentimentos"


Destacada por Julha Vasconselo



• Dança,bailarina,dança...
Quarta, 18 de Março de 2009

Um dia desses, sem querer, achei essa poesia em um blog, com autoria devida, e recordei-me de que a poetisa Carmen Lúcia Carvalho de Souza é realmente sensível e especial, suas poesias são lindas! A gente viaja e baila junto nessa quimera:


"Dança, bailarina, dança...". Ela soube unir as duas artes: a dança e a poesia.
Gira,bailarina,gira...
Vai girando e semeando amor,
Mais depressa que as voltas do mundo,
Pra que haja tempo de matar a dor!


Leia a poesia "Dança,bailarina,dança..."


Destacada por Bruno M. lima



Paleontologia
Terça, 17 de Março de 2009


Mergulhe na busca de bruno pelos indícios de si mesma em extintos oceanos de outros olhos. Sob procura incessante, o resquício ancestral deve brotar, cedo ou tarde, do seio da terra (ou do mar). Cave!


esses restos que jazem
dentro de teus olhos
de oceanos extintos
Destacada por

Leia a poesia "Paleontologia"






• * Ondas dentro de mim *
Domingo, 15 de Março de 2009


Vinisios Lengruber, uma exímia poetisa dotada de grandes predicados, translada para esse texto, com sublime habilidade, a interpretação dos sentimentos, numa linguagem poética única, própria de sua força criadora. Nesse vasto universo das palavras, vem novamente nos emocionar com "Ondas dentro de mim". Recomendo a leitura.


Amei, com a delicadeza de quem segura nas mãos
uma bolha de sabão
com o cuidado de quem tece fios de seda,
acalentei a própria vida


Leia a poesia "* Ondas dentro de mim *"

O otimas Poesias




* Ondas dentro de mim *


Amei , com a delicadeza de quem segura nas mãos
uma bolha de sabão


com o cuidado de quem tece fios de seda,
acalentei a própria vida


Esperei, como quem contempla o sol
após a chuva torrencial


Desejei, como quem almeja a paz
depois que o estrondo jaz


Não contemplo águas paradas
persigo o movimento que há nas estradas


Hoje, não é o fim
encontro ondas dentro de mim


ainda amo, acalento, espero, desejo...
transformo cada momento num ensejo



Rebelião dos Sentimentos


Não deveria estar triste,
Mas de fato estava.
Queria não ter ansiedade,
Mas estava ansioso.


Desprezava a autopiedade,
Mas sentia-se fraco para abandoná-la.
Queria mover-se rapidamente,
Mas seus passos estavam inertes.


Tinha o ideal de muito construir,
E a realidade só fazia destruir.
Almejava a explosão de forças,
Mas deprimia-se acuado.


Poderia se entregar ao medo,
Mas se enchia de coragem agressiva.
Caído, fazia-se impiedoso consigo.
Zombava de si, e desafiava-se à luta.


Erguia o punho à indiferença do tempo,
Rebelava-se contra o determinismo.
Atraía-lhe o afeto da suave chuva,
Mas o coração queria tempestade.


Rejeitava o mundo externo
E mergulhava na sua intimidade.
Um jogo de realidade e ilusão,
A verdade lutando com a mentira.


E quem pode dizer o que é certo?
E quem pode afirmar o errado?
Meros servos da moral que somos,
Ainda longe da filiação da ética.


E toda dignidade pode ser encenação.
E todo idealismo, exercício de hipocrisia.
E então possuidores, seremos desprovidos.
Crentes da riqueza, seremos miseráveis.


A dor aguda pode anestesiar.
O marasmo pode tornar-se costume.
A indiferença pode justificar a covardia
E muito querendo, pode-se ter nada.





SARNA & SARNA


Uma gripe suína é pior do que o fato
de que alguém rejeitou nosso amor extremado,
a miséria do mundo importa mais que o jato
das lamúrias do amante que não foi amado...


Ser traído em romance é melhor que o reinado
das mentiras de ofício, e de grande aparato,
que transformam política em campo minado;
tornam nossa esperança um produto barato...


Nossos dramas de afetos são fúteis e bobos,
nesta selva de gente gerida por lobos
em estampas vistosas de supercarneiros...


Essa dor novelesca de amor terminado
é menor do que aquela de ver que o senado
se revela ou confirma o pior dos sarneiros...

Paleontologia

Se decidires revelar
esses restos que jazem
dentro de teus olhos
de oceanos extintos


Não hesites.


Há tantos anos
escavo mundos
em busca dos meus pedaços
perdidos em tua Íris,


Fósseis, incrustados, nesse teu azul tão triste.

Um Pouco De Poesia 2 parte




Dança,bailarina,dança...


Dança,bailarina,dança...
Põe nos teus passos toda a harmonia
E toda a poesia nas pontas de teus pés
Em gestos nobres,faze surgir a fé!!!


Gira,bailarina,gira...
Vai girando e semeando amor,
Mais depressa que as voltas do mundo,
Pra que haja tempo de matar a dor!


Baila,bailarina,baila...
Traze contigo a primavera
Pra florir os campos,florescendo a Terra,
Numa explosão de cores que tua dança encerra.


Faze de tua arte uma suave prece
Capaz de enternecer os corações de pedra
Faze tua música soar tão alto
Calando assim os estopins da guerra!!!


Mostra ao Homem que o teu bailado
Expressa a vida nesse simples ato...
Onde o amor é tudo,onde o amor é nato.


Que em teus saltos ponhas tua garra
Seguindo sempre a luz de teu clarão,
Quebrando muros para unir os povos
Num universo único,onde se dêem as mãos.
Abre tua alma,no esplendor da dança...


Não desistas nunca e verás,enfim,
Bailar no campo,doce e cálida esperança,
Em meio às flores de um lindo jardim...






A noite

A noite em meu quarto
cheio de dengos e desejos
vejo você, até em pensamento.
O amor invade pelo meu corpo
deixando um desejo louco
me enlouquecer.

Procuro disfarçar, o fogo que queima
porque você não esta;

Faz-me pensar cada vez mais em você;
minha mão percorrendo pelo meu corpo
sinto o prazer no toque.

Procuro quem sabe encontrar
a sua caricia.
Mas você não está.

Então penso quem sabe amanhã?
Devagar disfarço meu pensamento
retiro a mão que me acaricia,
encosto-me em seu travesseiro para
sentir seu perfume e durmo
pensando em você,
"Meu Amor".

Gostou dessa mensagem?
Clique no coração e envie para
alguém especial.






"Palavras que ferem"


Daqueles cujo domínio próprio não controla
São como bisturi, ferem a aorta contundente.
Provocam grandes terremotos, vítimas fatais
Corações destroem, intrinsecamente.


Armas potentes, machucam, ferem
Envenenadas de puro rancor, deixam feridas.
Golpes premeditados duramente
Fazem sangrar, quando friamente proferidas.

Quem as usa, tem consciência do mal feito.
Geralmente das regras e limites é conhecedor
Porem um prazer mórbido é sentido
Vendo no alvo do ódio, do sangue o sabor.

Ironicamente, não se dão conta os desatentos.
Os mesmos lábios que profetizam mansidão
Pregam o amor, falam de paz e harmonia.
Deixam marcas indeléveis, destroem coração.

Ousam citar de Deus o nome, fria realidade.
E incapazes de perceber espontaneamente
O tronco que lhes atravessa o olho, e os cega.
Apontam o cisco, no olhar do semelhante.

Talvez, em nome de uma vingança infundada.
Quem sabe o coração ferido, seja o argumento.
E para pisar, esmagar e ferir brutalmente.
Só esperam por uma brecha, um momento.


Quantos defeitos soterrados veríamos.
Pudéssemos a alma, em estado bruto sondar,
E remexendo escombros reconheceríamos.
Que apenas Deus tem poder para julgar.


Talvez , com nossos defeitos aparentes.
Pegaríamos à mão a esperar estendida.
E mesmo quando feridos e machucados
Entoaríamos apenas palavras de vida.


10 janeiro 2009
22:22hrss

16 de novembro de 2009

A DOR DE UM CORAÇÃO!!!



Talvez hoje eu nada sei...
Nas cruzadas por onde andei...
Já não sei o que plantei...
Se amores tão presentes...
Ou amantes tão distantes...


Hoje choro pelo tempo que passou...
Hoje choro por tudo que não vivi...
De nada me arrependo...
Dos sonhos que criei... Que sonhei...
Que planejei e que também vivi..


A dor de um coração...
Viajo em meu mundo tentando entender...
As razões deste abandono...
Coração sagrando...
Olhos lacrimejando...
É assim que hoje vivo...
Com esta dor que não quer passar...


Hoje talvez mais uma vez...
Decepcionada magoada...
Vou tentando sobreviver...
Tentando entender onde errei...
Ou realmente nasci só para amar...
E nunca ser amada como queria ser...
Tome cuidado não se apaixone...
Apenas ame e viva o amor...
Pelo tempo que durar...



Sem palavras

Existe um vazio e uma interrogação no ar
Provocados por essa ausência inexplicável.
Passam-se os segundos, minutos, horas,
Dias, semanas... e continua o silêncio.
Pensamentos diversos vão e voltam,
Num turbilhão de emoções latentes
Que buscam e rastreiam lampejos
Em busca de descobrir o por quê?
Causa que possa tentar explicar
Essa ausência de justificativas
Plausíveis, claras e ponderadas,
Que surtam o efeito de aplacar
A angústia, ânsia e tormento
Dessa triste e longa espera,
Que parece não finalizar...
Mas isto tem que acabar!
Esse silêncio demonstra
Que a resposta existe,
E só falta aceitar
Que o fim chegou.
Sem palavras.
É só o fim.
O fim.


14 de novembro de 2009

Amor Pode Daserto



Neste momento,


penso em você e então


quisera me transformar em vento.


E se assim fosse,


chegaria agora como brisa fresca


e tocaria leve sua janela.


E se você me escuta e


me permite entrar,


em você vou me enroscar


quase sem o tocar.


Vou roçar nos seus cabelos,


soprar mansinho no ouvido,


beijar sua boca macia,


o embalar no meu carinho


Mas eu não sou vento...


Agora sou só pensamento e


estou pensando em você.


E se abrir sua janela,


eu estou chegando aí,


agora...


neste momento,


em pensamento...


no vento.