18 de novembro de 2009

@ gr@siosid@de D@s Poesi@s

dedico esa poesia atodos q são amantes da poesia a vc q é apaixonado por essa coisa magica xamada poesia a VC...

VEM CUIDAR DE MIM!!!
Estou presa...
Quero ir...
Mas não sei sair..
Quero gritar...


Mas não tenho voz...
Vem cuidar de mim...
Quero pedir...
Mas não sei dizer...


Quero amar mas não tenho você...
Vem cuidar de mim...

Com denguinho...

Com carinho...

Com amor...

Com liberdade...


Vem cuidar de mim..
Liberte-me desta prisão...
De-me a mão...


Venha ser o meu amor...
Venha ser meu anjo guardião...
Vem cuidar de mim...



EM SEUS VERSOS EU ME ENCONTRO!!!


De tempos em tempos eu passo...
Leio-te me apaixono...
Perco-me nas horas do tempo...
Mas em seus versos eu me encontro...


Meu poeta é destro...
E em seus versos me deixa viajar...
E te lendo vou me reconhecendo...
E sozinha sorrio lendo seus versos...


Há poeta que em seus versos me despe...
E aos poucos te busco nos versos incertos...
Alguma resposta pra me recompor...
Com a agulha do vento


Remendo amores esfarrapados...
Desejos infundidos...
E uma saudade que desfia lentamente...
Mas em teus versos eu me encontro...


Madrugada vazia...
Vencida pelo tempo rasgo...
Os mapas de meu destino...
E te desafio...


Será que agora perdida estarei...
Ou ainda há tempo para um único beijo proibido...
Pois em teus versos eu ainda me encontro...



SOLIDÃO DA LUA!!!


Hoje na solidão da lua...
Eu ando toda nua...
Neste corredor...
Na solidão da lua...


Num lençol de seda...
Venha me amar...
Nesta lua cheia...
Seu clarão tão belo...


E eu aqui sozinha...
Neste corredor...

Na solidão da lua...
Meu pensamento voa...

Tento te buscar...
Na solidão da lua...
Eu ando toda nua...
Tentando te amar...

Na solidão da lua...
Somos eu e ela ...
Neste corredor...




**UM MUNDO DIFERENTE** homenagem!

**UM MUNDO DIFERENTE**
Julha Vascomselo

Hoje no despertar...
Acordei em outro mundo...
Que um dia já foi meu...
Por herança e que perdi...


Há anos atrás...
Sonolenta deixei-me levar...
Pela emoção e dispersa...
Com a beleza do lugar...


Desviei minha atenção...
E parei para apreciar uma...
Rosa amarela onde nela vi minha vida...
Uma rosa branca onde encontrei minha amiga...


Charlyane Mirielle terna e serena como sempre...
Logo a frente uma rosa vermelha...
Há esta tinha cheirinho de fada do riso...
Sim era você Claudinha...


Seguindo meu caminhar...
E no amor pensando...


Encontrei a Rosa cor de rosa...
Amiga querida e fada de Portugal...
Com todas elas eu aprendi...
O sabor e a cumplicidade...


De nossa eterna amizade...
Minhas Rosas...
MINHAS PC, S...
Minhas Fadinhas...


Eu amo cada uma a sua maneira!
O céu é nosso limite...
A terra nossa estrada...
O mar é livre para as tempestades...


E nossa amizade...
É O AMOR EM PLENITUDE...
E a mágica de nosso caminhar...
Mas eu seguia ao longe ouvia risos...


Crianças inocentes...
RINDO E CANTANDO A MAIS SUBLIME CANÇÃO...
Onde falava de amor...
De paz e alegria de nossos corações...


Feliz eu voltei para meu mundo...
Onde cada dia eu agradeço...
Por cada amigo... Cada amiga existir...
E fazer parte de meu caminhar...

**** @@@@@@@@****
Amigas amadas de meu coração...
Esta foi uma humilde forma de homenagear...
Cada uma a nossa maneira! Risss
Amo cada uma sempre!

UM MAGICO DIA A QUEM AQUI PASSAR!
ESTÁ NO RECANTO TBM!
http://recantodasletras.uol.com.br/homenagens/822220

Nenhum comentário:

Postar um comentário