19 de novembro de 2009

POEMAS DE BRUNO

Tento aceitar os fatos
Data Postagem 18/11/2009, Autoria: Ana gabriella

Nas veses em que eu penso em você a solidão rir de mim fala que eu sou boba em ter deixado o grande amor da minha vida ter passado como os vents passam entre nóis ! E eu apenas digo não solidão não fui que perdi o grande amor da minha vida foi ele que me perdeu , As dúvidas passam em minha cabeça se ele ja chorou alguma vez se ele está sofrendo ou até se ele me amou e daí que eu paro pra pensar e vem as lágrimas me atormentar não param de descer e meu rosto cobrir e minha boca marca ; tento evitálas mas não dar ! ;
Até hjê eu tento querer e tento tentar ! .
E é por isso que eu tento aceita os fatos que a vida jogou em minhas mãos .

( 0 )



Poeta vive isolado
nas palavras enrolado,
vive no seu canto, calado.
Canta o fado...


vive todos dias apaixonado!
Pelo papel e tinta enamorado,
ele sorri,
e exalta o verso brilhante e emocionado.


Poeta vive isolado
no coração das letras, aprisionado
vive no seu canto, maravilhado.
Poeta
canta o destino e o fado...
Vive todos os dias em busca do inesperado!





Nem pense em desistir

Data Postagem 18/11/2009, Autoria: Mr Bruno Matheus

Então segure suas lágrimas, e tente não chorar, olhe para frente e comesse a matar!
Ninguém nunca te olhou, ninguém nunca se importou então não chore por ninguém, ignore o amor


Corra pelas ruas comesse a gritar, fale mal da sua vida, e vê se para de chorar
Eu já falei e vou repetir, ignore o que falarem comece a agir
Não me diga que acabou! Nem pense em se entregar!
Você não pode desistir você não pode se acabar


Essa não é a solução, enfrente os seus medos, ressuscite o coração
Se o mundo não te quer mande-o se fôder olhe para frente e pare de sofrer
E agora que eu falei você vai me ouvir, desamarre essa corda e volte a dormir

Nenhum comentário:

Postar um comentário